sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Porque é impossível ignorar!!!!!


Ainda o dia é uma criança, e já se
começam a movimentar as pessoas.
Rostos mal dormidos, avançam
em direcção á cidade,num burburinho,
pronuncio de que o amanhecer não tarda!
Encontram-se com os obreiros da noite.
Gente que não para, para manter este país
em mutação..
Médicos, taxistas, padeiros, e os que
zelosamente , feito formigas, transportam e
distribuem aquilo que para uns é:
alimen(tação), e para outros , não passa de :
alimen(TACINHA), dada a escassez de trabalho e os parcos ordenados.....Os bombeiros e os homens ou mulheres que propiciam a segurança a este país, muitas vezes desagradecido, e raramente lembrado ,de que ,muita gente descansa a deshoras ,para que manhã cedo, nada falte..
O pão, que se quer quente!bolos que gulosamente nos chamam, a fruta e legumes
frescos,,que nas bancas esperam por nós...
O Polícia, que amavelmente "ou não" nos informa e nos protege..
É um corre corre..A cidade que não dormiu, estende do Castelo os braços com que afaga o Tejo..De Alfama ao Bairro Alto, vislumbram-se sorrisos rasgados, de quem só agora volta para casa...Trabalho e diversão encontram-se a cada esquina, o barco que leva uns,encosta num cais, onde outros o esperam, para voltar ao trabalho ou á escola..
Aqui e ali, vê-se gente , de cores garridas vestida, a mesma cor garrida acentuada no rosto, fingem felicidade, entregaram-se durante as horas nocturnas aos prazeres ou (des)prazeres da dança, do álcool e do sexo..Saem de bares , discotecas, ou casas de nome pomposo, que escondem, ou tentam mascarar a existência de prostituição, tráfico de drogas , negócios ilícitos que fingimos desconhecer, mas que todos sabemos que existem.Neste vai vem de gente anónima, o mundo , lentamente, avança !!
Assim caminha a cidade, o Pais, o Mundo...
Mundo que devemos proteger, e dignificar..Terra que precisa de nós... Esta é a terra que deixaremos ás gerações vindouras... Mas é também a terra que herdámos dos nossos antepassados. É a terra dos ricos e dos pobres, dos brancos e dos negros, dos sem cor!
É a terra dos Índios da Amazónia, Dos Aborígenes da Austrália, (em extinção). É a terra de todos nós....... É urgente agir, ou será tarde!!!!!

50 comentários:

AnaG. disse...

Uma terra cada vez menos amada...

Não sei o que iremos deixar às gerações vindouras...

Beijitos, Ell.

Belisa disse...

Olá
Obrigado pela sua visita e pelas suas palavras.
Suas palavras que gosto também de ler aqui no seu blog.
Ofereço-lhe como "mimo" umas estrelinhas doces se as quiser levar.

Beijos estrelados

Amaral disse...

Tanta coisa dita neste amanhecer dum dia novo, onde a noite se agitou na sua vida própria, onde a madrugada é tempo de trabalho para que nada falte ao madrugador que se prepara para começar a sua actividade...
Agita-se, vibra, salta a vida no seu caminhar imparável.
Com os seus inconformismos, a sua diversidade, a urgência de se criar um mundo mais harmonioso para outras gerações que aí vêm...

Blue Velvet disse...

Bom dia!
Que bem descrita está a realidade em que nuca pensamos.
É bem verdade.
Quem, quando entra numa pastelaria e pede um pastel de nata quentinho se lembra de quem esteve, de noite, a confeccioná-lo?
E quantos quereriam comê-lo e não têm dinheiro para isso?
Muito real, mas muito triste isto que escreveste.
Agora que aí vem o Natal, bem podíamos pensar um pouco naqueles que têm menos que nós, e que às vezes não têm nada.
Obrigada por nos lembrares!
Beijinhos

Sininho disse...

E que terra vamos deixar aos nossos filhos e netos?
De cada vez a pergunta me angustia mais.
A indiferença, a desumanização e a falta de valores sólidos está a destruír esta geração.
Não quero vir para aqui cantar o fado da desgraçadinha...
Foi só um desabafo.

Bom S. Martinho para ti, Ell.
Beijinho

Fernando Pinto disse...

Gosto de pessoas lutadoras, que nunca desistem dos seus ideais...

Abraço,
Fernando Manuel

Gui disse...

Já é tarde minha amiga, porque o homem não aprende nunca e acabará por se destruir. É uma mensagem pessimista? Pois é, mas eu quanto a isto sou mesmo pessimista. Oxalá esteja enganado. Um beijo

Outonodesconhecido disse...

Eu acho que vamos sempre a tempo, porque naõ fazer nada é ainda pior.

Marcia disse...

Este amanhecer pode ser em todas as cidades, mas em alguns trechos, cheguei a rever Lisboa, os telhados, o Tejo. Saudades sempre, querendo voltar.
Conhece a música de Chico Buarque:
"Esta terra ainda vai cumprir seu ideal...vai tornar-se um imenso Portugal..." heranças que recebemos dos lá de antigamente e que deixamos para os do futuro. Bj. obrigada pela visita.

Laura disse...

Deixemos que o mundo tome conta dos que ficam, nós já o encontramos muito desorganizado e no nosso tempo já havia muita fome, muita falta de trabalho e muita hipocrisia entre muitos, melhoramos, mas foi sol de pouca dura, agora voltamos ao que havia dantes, tantas bocas para comer e poucos a ganhar, no mesmo lar...
Vamos a ver o que vai ser, não antevejo nada demais, apenas que muitos sofrerão demasiado, e outros nem sentem a crise passar, sempre assim foi e sempre assim há-de ser, infelizmente, para os que estão mal...
beijinhos a ti e bela prosa ó nina...

A COR DO MAR disse...

... dizem que nunca é tarde...!

aplicar-se-á a tudo?

Gosto muito de ler as tuas emoções, mas na realidade tenho tido mto pouco tempo para os blogs, sempre coloco um desabafao meu e visito os amigos qd tenho um tempinho mais. Mas o teu tem algo especial para mim... penso que deve ser do tejo, da minha terra natal

Tem um bom f de semana

Um grd grd beijinho***

SILÊNCIO CULPADO disse...

Eis um grito que rompe o meu silêncio, e eu oiço-o, e eu sinto-o, e eu acudo. Mas que fazer? Os grandes são tão grandes e o nosso eco tão mudo...
Já sei.
Juntemos as vozes e as mãos.

Gata Verde disse...

O Mundo está a caminho do caos,mas se tentarmos quem sabe se não vamos a tempo?

Bom fds e bjs

Mar Arável disse...

� urgente agir antes que se desfolhem as p�talas da rosa

avelaneiraflorida disse...

TERRA-MÂE...que nos alimenta e nos permite nela viver...mas que o ser HUMANO aniquila a cada instante!!!
"Brigados" pelo apelo...
divulguemos a mensagem!!!

BOM FIM DE SEMANA!!!!

J. P.G. disse...

Apoio, poia a Terra assim é prenúncio de morte.

Obg. pela visita e saudações

rosa dourada/ondina azul disse...

É importante e urgente pensar na Terra
e algo fazer por ela !!!



Beijinho p ti,

Entre linhas... disse...

Um grito de revolta sobre meio em que vivemos e devastado pelo Homem,é urgente novos gritos de alerta.
Bom fim de semana
Bjs Zita

Maria Faia disse...

Querida Amiga,

Este devia ser o mundo dos sem cor!

Deixo um beijo amigo de uma pele branca e alma negra, com muita amizade e votos de um excelente fim de semana.

Maria Faia

TINTA PERMANENTE disse...

Ser urgente, é, mas seja de que forma for que a 'Criação' se cuide, há uma Verdade da qual ninguém foge, a qual ninguém deveria ignorar: a Natureza poderá esquercer; mas não perdoa.

abraço.

Teresa David disse...

Chamou-se deveras a atenção este seu post, porque, hoje em dia, raramente tenho necessidade de sair de casa de manhã cedo. No entanto para ir fazer um check up fi-lo na passada semana e o que mais me espantou foi não conseguir distinguir na face, as pessoas que iam para o trabalho das que vinham de uma noitada. Percebi, então, porque numa estatística Portugal consta como o País Europeu onde menos horas as pessoas dormem. Aliás, já tinha constactado, pelas viagens que já fiz, que somos o País onde durante a semana as noites de prazer duram até de manhã, pois, nos outros lados tudo fecha cedo e as cidades ficam desertas após as 10/11 da noite.
Bjs
TD

Espaço do João disse...

Querida amiga.
Pela primeira vez passei por este espaço. Que pena sinto não o ter descortinado mais cedo! O seu perfil tem muitas particularidades comigo. Estarei mais vezes perto de si, entrarei com mais frequência em sua casa, esperando o mesmo da vossa parte. Um abraço do João.

Carminda Pinho disse...

"Vemos, ouvimos e lemos..."
in(Francisco Fanhais

Beijinhos

Fernanda e Poemas disse...

Olá Ell, lindo!!!
Beijinhos.
Fernandinha

Rafeiro Perfumado disse...

Não sei porquê, mas sinto que já é tarde demais. Faz como eu, aprende a nadar...

Sol da meia noite disse...

Grandes questões aqui levantas.
O anonimato e egoísmo em que esta sociedade vive... cada um sabe de si.
Talvez meio-caminho andado para uma estagnação, mascarada de evolução...

Texto que dá que pensar.

Beijinhos!

Alexandre disse...

A vida feita e desfeita em correrias citadinas e anti.naturais não faz qualquer sentido - as pessoas passam pela vida como quem come um pastel de nata com uma bica em lugar do almoço... pena que seja assim, mas a vida não permite que seja de outra maneira!!!

Muitos beijinhos!!!

as-nunes disse...

Tão egoístas e mesquinhos que nós somos! Poucos de nós se lembram destes pequenos (ENORMES) pormenores da vida do quotidiano!
Temos que ser mais solidários!
Temos que pensar e agir mais rapidamente e convicção.
António

Rui Caetano disse...

A vida, por vezes, encontra-se nestes pequenos pormenores do quotidiano. Muitos parabéns.

Laura disse...

Olá bolinha como a mim!...
Mais um Domingo, mais um dia de seca? o meu não, tive de ir aqui e ali e tornar a passar acolá e lá se passou mais um...
Amanhã começo exames de mamografia ecografia, depois Ecg, mais análises, desta vez viram-me do avesso para ver se está tudo bem, cá por mim acho que sim, mas...
Que se lixe.
Beijinho a ti e amanhã falamos amis um tico...laura, ehhh de cada vez que vejo um polica nas calmas, na rua, apetece-me ir ter com ele e perguntar se conhece o teu homem da farda e a ti ehhhhhhhh...

Bolota disse...

Noite para uns, dia para outros... é a tendência por todo o mundo que as grandes metrópoles não "durmam"...
Gostei de ler este post. Obrigado!

Bjos :o)

Nelio disse...

Que bonito....Gostei muito de ler este texto....Traga então o vinho para o churrásco he he vim amávelmente agradecer a sua visita no meu "Pequenos nadas"

Palavras ao vento disse...

"É urgente agir..."

En texto que soa como um grito de alerta... mas lamentalvemente o " homem" destrui a esperança do Planeta!

O que herdámos dos nossos ascendentes... perder- se - á nas brumas do tempo...

Adorei o teu texto!

Beijinhos.

bettips disse...

Obrigada por passares, com um gostar que sinto.
É preciso sermos muitos a pensar e a dizer o que dizes: que a terra é o nosso LAR. E de cada vez que possamos falar, não nos calemos! Em casa, entre amigos, na rua. Apoiando todas as medidas que visem o bem estar humano. Abrçs

Fernanda e Poemas disse...

Minha querida amiga ELL,
Lindo o que escreveste para mim,
fica muito feliz, por me dedicares toda a tua sensibilidade.
Adoro-te!
Beijinhos,
Fernandinha

JRL disse...

Olá Ell,
Venho retribuir a visita e encontro um belíssimo blogue. Vou regressar. Um beijo

Laura disse...

Ai nina das flores, bom dia...
Vamos vivendo e aprendendo um dai de cada vez, para que não custe viver, é que se nos pomos a pensar o que vai ser a nossa vida e ados outros daqui a uns anos, bem podemos morrer de susto e antes...
Beijinho a ti...

DuSinho disse...

O pouco de cada um de nós de certo que fará a diferença.

Espero que tenha passado um bom S.Martinho.
Obrigada pelo seu miminho que me sabe tão bem.

Beijinhos gds

legivel disse...

... sinal que a vida não pode parar nas suas variadas vertentes sociais. Do trabalho ao prazer, pois claro, embora seja de reter um dos comentários aqui deixados no sentido de que Portugal é um dos paises da Europa onde a diversão(?!) nocturna se estende pela madrugada fora... de segunda-feira a segunda-feira. Espero que os noctívagos portugueses não se lembrem de pretenderem serem ressarcidos do pagamento de horas extraordinárias depois das vinte horas do dia...

abraço.

JOSÉ NEVES disse...

Excelente visão sobre o dia a dia.

NUNCA é tarde para mudar, NUNCA é tarde para agir.

Beijinhos

turbo disse...

Uma descrição perfeita do que é uma grande cidade. Sempre assim foi: uns trabalham de noite para os outros, ao amanhecer poderem comprar tudo fresquinho. Quanto aos acontecimentos nocturnos de que fala:eles fazem cada vez mais parte dos hábitos da população, principalmente da jovem, que se entrega, sempre e cada vez mais aos prazeres da carne e do álcool, sem pensarem nas consequências que daí podem advir.
Mas a vida de muitas pessoas é mesmo de excessos.
bom resto de semana

amigona avó e a neta princesa disse...

Deixei-te uma flor no meu cantinho...beijo, amiga...

Laura disse...

Ai nina, tenho tanto sono, mal dormi com a pressa de ir pa lá e..estou mesmo bebeda de sono..até amanhã e jinhos para ti...

maresia_mar disse...

Olá que bem que expuseste um assunto tão importante,, eu às vezes também me pergunto que mundo vou deixar para o meu filho e para os meus netos... deixo-te um abraço recheado de amizade

Algodão Doce disse...

Obrigada pelo seu comentário e pela força! Escrevo sim, ao sabor do vento, sem mais nada que não a vontade de escrever só porque sim. Voltarei com mais calma espreitar o seu blog.
Abraço.

Bichodeconta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bichodeconta disse...

A todos quantos , carinhosamente, aqui escreveram,deixo o meu muito obrigada.. Desejo um bom fim de semana.. e deixo a certeza da amizade que me une a todos vós.. A saúde não me permite hoje muito mais.. Mas prometo escrever a cada um logo que o consiga fazer...Um abraço, ell

De Amor e de Terra disse...

Aplausos Amiga Ell, por este post de que gostei Muito!
Simples e saído do coração (nota-se) a falar de coisas sérias e importantes...

Beijo

Maria Mamede

A Flôr disse...

AINDA ESTAMOS A TEMPO!

Temos é que passar da teoria à prática. :D

Boa noite linda e deixo ficar sonhos coloridos em nuvens de algodão doce para que possas continuar a ter esse coração lindo :D

Flor com ternura :)

A COR DO MAR disse...

Dewixo-te um beijo a desejar-te td de bom ;*