sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Flores tão importantes!

Foi neste dia que te conheci
No teu olhar a ternura e o amor
adormecidos em ti
qual conto de fadas, despertaste
sorriso de esperança
indeciso, tímido, criança
o amor estava ali
ao teu, ao nosso alcance
bailavam as ondas
enquanto aninhada no teu ombro
reprimia o que descobri
amanheceu
Uma gaivota esvoaçava
rasante serena
delirante, incrédula ,aguardei
ali á nossa mão estava o amor
hoje no teu olhar
o mesmo brilho
no meu coração o teu lugar
sempre
mesmo que sempre seja um só instante..
Um abraço aos amigos que me visitam, Ell

19 comentários:

Laura disse...

Xi, que coisa linda, fico sem palavras para me expressar, é que...sentir o amor não é privilégio de qualquer um, tão pobe sou nesse aspecto, mas, fico feliz por ti, e que belo deve ter sido quele dia junto ao mar, gaivotas a voar, ah, tanto amor...Beijinhos e abraço apertadinho da laura

Bichodeconta disse...

Não ri do bichodeconta.Não sendo poeta posso descrever as minhas emoções da forma que elas saiem né ?E como vamos de amores Laurinha?Não esquece, o amor para entrar precisa de encontrar as portas do coração abertas de +ar em par hehehe.. Beijos..

Bela disse...

Li nas entrelinhas palavras de um amor muito lindo e sentido.

É sempre bom saber que ainda existem amores assim.

Beijo

Laura disse...

Pois é, mas nem todos podem abrir as portas ehhhh há gente do lado de dentro, ahhhh que giro, foi o que me lembrou, mas nem todos ficam eternamente a segurar portas...
Bolas, ehhh
Não rio de ti não senhora, está muito lindo e além disso foi REAL!... beijinhos mil a ti e ao homem da farda azul..laura

Sofá Amarelo disse...

As primeiras flores são eternas, são aquelas que nunca murcham... porque são muito mais que simples flores com caule, pétalas e estames... são símbolos que perduram para toda a vida, são sinais dos sentidos embrulhados em perfume...

Muitos beijinhos, Bicho de Conta! Gostei das tuas flores!!!

Je Vois la Vie en Vert disse...

Também fizeste uma linda declaração de amor ao teu amor de farda azul !

Obrigada pelas tuas mensagens, bichinho-de-conta !
Pois é chegaste atrasada para o vôo da Air Carnaval. Foi pena porque correu lindamente a viagem !

Beijinhos

Verdinha

Bichodeconta disse...

Sofá amarelo....
Concordo contigo Alex, aquelas flores tinham magia.Não precisa de andar sempre a oferecer flores, há outras formas de mimar a pessoa que amamos...Um livro, um chocolate, um bihetinho num lugar inesperado etc etc etc.. Estou eu aqui a ensinar o padre nosso ao vigário ehehehehe..Obrigada pela visita e um beijinho...

Bichodeconta disse...

Verdinha..
Minha linda não faltarão oportunidades para viajar em tão boa companhia aérea. Amei o teu poema, a tua declaração de amor eterno.. Acredita , tenho saudades vossas.Beijinhos e vamos falando até que possamos voltar a estar juntas.. Beijinhos, ai verde verde, isto anda tão mau para a nossa cor! Beijinho, ell

Laura disse...

Ehhh pois anda nina Ell, a vossa cor anda da cor da relva e lá por baixo, mas deixa lá, voltando o sol e a chuva, reverdece tudo que vai ser um primor..Inda bem que eu não vou nessa de cores...beijinho ás duas. laura

Osvaldo disse...

Ell;

Que belo e sincero poema a alguém dedicaste e digo sincero porque sei a quem e com que ternura e amor o dedicaste e sei que ele bem merece.

Sabes, Ell, terminas a bela prosa com a frase; "mesmo que sempre seja um só instante..."
Há instantes que perduram para além da eternidade, não é?!.

Bjs e um abraço a quem dedicaste este poema.

da Ana e Osvaldo

Bichodeconta disse...

Que bom Osvaldo receber sua visita..Tenho saudades de vos ver, mas claro, cada um tem sua vida !É isso aí Osvaldo, a vida é feita de pequenos nadas que ficam em nossa lembrança.Felizmente depois de alguns anos de coisas más das quais podemos um dia falar, mas não aqui certamente, eu tenho ao meu lado alguém com quem estes momentos de ternura, cumpicidade, partilha, são ferquentes no nosso dia a dia, de cada um desses pedaços é feita a minha existencia.. Claro que também gurdo as pedras nas quais tropecei e me fizeram sofrer, Com essas pedras, vou erguer meu castelo.Um abraço do Bras e beijinho á doce Ana e a ti amigo .É tão bom conhecer alguém que tal como voces cultiva a amizade genuina. Beijinho, Ell

tulipa disse...

OLÁ ELL

muito sinceramente não entendo o porquê de suas palavras no comentário que deixou...
aqui vai a parte do comentário que não gostei nem posso aceitar, porque não é verdade!
Reproduzo:
..."Gosto muito de te ler, e embora tenhas ficado quase revoltada por não ter estado na tua exposição, acredita que eu própria fiquei com pena, mas de todo não consegui."

Eu, por acaso, escrevi ou disse a ti ou a alguém que tinha ficado "revoltada" por não teres estado na minha exposição?
Não gosto de mal-entendidos.

Daí que, se lesses bem, as palavras que escrevi no meu ultimo post, compreendas porque fico muito triste, quando acontecem esses mal-entendidos.
Reproduzo as palavras do meu ultimo post:

As palavras ganham um novo sentido quando se tornam imprevisíveis, mas há momentos – MOMENTOS PERFEITOS - como este, em que nos sentimos desassossegados com as palavras porque se tornam insuficientes para dizer com elas o que queremos.
Há sempre a dúvida que permanece no nosso pensamento:
- quem nos vai ler?
- será que entendem o que escrevo?
- será que não deturpam aquilo que quero dizer?
Enfim…

EU BEM TENHO RAZÃO NAQUILO QUE ESCREVO E TENHO ESSES RECEIOS, pois acabei de escrever e acabei de ler as tuas palavras, as quais deturpam o sentido das minhas!!!
É triste para a minha alma que isso aconteça. Lamento imenso!

tulipa disse...

Desculpa ELL mas tinha que dizer aquilo que sinto.
Neste momento da minha vida tenho dores a mais na minha alma, no meu coração e é na blogosfera que venho buscar palavras meigas e simpáticas para levar avante a minha triste vida.
Por isso me dói demais quando recebo palavras que acho que não são verdadeiras e que magoam.
É através dos amigos virtuais e alguns já reais (da blogosfera)que recebo forças e ânimo para continuar esta tão dolorosa caminhada.
Hoje fui-me abaixo ao ler as suas palavras.

Kim disse...

E mesmo que seja só por um instante, já vleu a pena.
Não lembro já a quem ofertei as primeiras rosas..
Bj Ell

Bichodeconta disse...

Kim...
Que maldade esquecer a pessoa a quem deste as primeiras flores! Isso prova que enfim, são ROSAS SENHOR , SÃO ROSAS..MAS LEMBRAS SEGURAMENTE O DIA EM QUE PELA PRIMEIRA VEZ OFERECESTE FLORES Á OUTRA METADE DE TI. É QUE FAZ TODA A DIFERENÇA.EU NÃO ESTAVA HABITUADA A RECEBER FLORES, OU MELHOR, CLARO QUE SEMPRE RECEBI FLORES, DA FILHA, DAS AMIGAS, DAS IRMÃS,MAS ASSIM, DESTA FORMA NUNCA TINHA RECEBIDO, DAÍ A IMPORTANCIA E O NÃO ESQUECER A DATA.ATÉ PORQUE ESTÉ FOI SIMPLESMENTE O DIA EM QUE ACEITEI IR BEBER CAFÉ JUNTOS..TEM A IMPORTANCIA QUE TEM. HÁ DEPOIS OUTROS DIAS MUITO BONITOS E OUTROS ENTRELAÇADOS DE SAVIOR FAIRE, FAIR PLAY.MAS ISSO É NATURAL NAS VIDAS DE TODOS NÓS..BEIJINHO, E OBRIGADA PELA VISITA E PELA AMIZADE QUE ESPERO MERECER PARA TODO O SEMPRE.

Laura disse...

Olha pra ti, é natural ramos de rosas e savoir faire, e namorar e acertar na escolha? ahhh, deixa-me rir, estavas era na hora certa no lugar certo e adoraria espreitar esse vosso primeiro encontro, ah, que lindoooooooo.
Beijinhos felizes para ti eo querido homem da farda azul, assim ficou o bràs conhecido...pela linguaruda da laura.

Bichodeconta disse...

TULIPA........
Meu Deus o que aqui vai, que mal entendido?Na altura eu própria fiquei com muita pena de não estar presente, e quando perguntei se domingo estaria aberto, foi-me dito que não..O domingo é por excelencia o dia em que estes eventos podem ter mais visitantes, pelas razões óbvias.Há mais pessoas que não trabalham, mas se assim decidiram, fechar antes de domingo restou-me ver as fotos do Alex que me conhece e sabe certamente que se há má interpretação não será da minha parte.. Nao vou estar aqui com mais porques.Não esqueça que se está com muito trabalho, ainda bem, sinal de que as pessoas gostam do que faz, e naturalmente o dinheiro vem do trabalho que se consegue, mas este estado de cançasso pode limitar a criatividade e as relações. .Não faço más interpretações, se alguma coisa escrevi que não devesse, peço desculpa e fica o aviso,na próxima é melhor mesmo não escrever! Eu não sou de más interpretações,e o que menos preciso é que aqui na blogosfera onde procuro sarar mazelas que já não cicatrizam, vir ainda fazer outras piores..Aqui venho tentar encontrar amizades, e já o consegui, procuro a calma que não encontro noutros lugares e busco a partilha de amizades e palavras.Mas não quero tratar mal quem quer que seja, apesar de eu já aqui ter sido muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuto mal tratada por aqui, não por amigos ou comentadores, mas por familiares que segundo as palavras suas(deles) deixaram de o ser por vontade própria.Todos temos as nossas vidas e os nossoa sofrimentos. Imagine se eu me aborrecesse porque (A) visita e comenta (B) e não me visitou! Ou se um amigo segue outro publicamente e não o faz comigo..Isto na minha vida não é um desafio, é um lugar onde gosto de vir, e fá-lo-ei mesmo que ninguém me siga ou comente.. Não fique com essa impressão que de todo não corresponde á verdade. Sei que na altura li, que esperava mais pessoas, ou que poucas das pessoas convidadas tinham aparecido o que a tinha levado a oferecer os quadros ás visitantes.Neste momento procurei onde li isto mas não encontrei e paro por aqui..Se está fragilizada, lembre-se que não está sózinha, se está cansada lembre-se que isso é um óptimo sinal, pelo menos quer dizer que o seu trabalho é aceite e isso é muito bom.. Um beijinho, Boa semana, Ell

Bichodeconta disse...

Laurinha, um dia conto-te tudinho, mas eu acho que já te contei.. Espera que breve podes estar no lugar certo com a pessoa certa.. Eu sei Lura, os anos passam, e ter ao nosso lado alguém que nos mime é bom, muito bom..Posso dizer que se assistires ao acordar do Bras achas que ele é a pior pessoa da terra, mas é assim e pronto, já me habituei que quando ele acorda está assim como bébé rebugento..Eu entendo, ele tem semanas que pouco dorme, num país de desempregados, falta sempre pessoal, e claro ele já não é maçarico, sabe que o trabalho tem de ser feito e chega a trabalhart tantas horas..Não sendo um trabalho físico, ou pelo menos não é sempre, mas são muitas horas de pé, sem dormir, e com as responsabilidades inerentes..Depois bebe um leitinho a começa a ficar melhor, e volta o sorriso.. Tu minha linda mereces mais do que ninguém ser feliz..e vas ter tudo para que a felicidade aconteça na tua vida..E nós, não contamos? nós que te adoramos , qual é o nosso papel? já sei, papel higiénico daquele que corta por todos os lados menos pelo picotado... Beijinho, Ell

Dad disse...

Muito lindo, Ell, a tua declaração de amor ao teu marido. Poucas se poderão gabar de ter um amor assim!
Que Deus te guarde sempre assim feliz!

Beijinhos,